São Paulo Boat Show 2018 supera expectativas do mercado náutico

Sucesso de público e de vendas, a 21ª edição do maior salão náutico indoor da América Latina agradou estaleiros e atraiu 33,5 mil pessoas durante os seis dias de evento.


O setor náutico e de luxo tem o que comemorar no encerramento da 21ª edição do São Paulo Boat Show. O maior salão náutico indoor da América Latina atraiu 33,5 mil pessoas ao São Paulo Expo, entre admiradores e compradores, e contabilizou a venda de aproximadamente 250 embarcações, o valor aproximado dessas vendas diretas é de R$ 155 milhões.

"O São Paulo Boat Show vem consolidando ano a ano a recuperação do mercado náutico no país. Essa edição registrou uma grande representatividade nas vendas do ano e contou com público altamente qualificado", afirma Ernani Paciornik, organizador do evento.

Para o evento, os estaleiros trouxeram novidades que agradaram ao público brasileiro e facilitaram o pagamento, com opções de desconto e financiamento. Entre os expositores, ainda haviam jets, infláveis, acessórios e equipamentos para esportes náuticos. Assim, os visitantes puderam transitar por diversas modalidades do setor náutico – desde barcos esportivos, lanchas e motos aquáticas de passeio ou pesca, até embarcações de 78 pés, verdadeiras mansões de alto luxo flutuantes.

Além disso, essa edição marcou a participação de outras esferas do mercado náutico, como motores, equipamentos e utilitários. Destaque ainda para os lançamentos das fabricantes Volvo e Mercedes-Benz que fizeram sua primeira aparição pública no Brasil no Espaço dos Desejos.


Estações de Led – maior inovação do São Paulo Boat Show, as estações de LED exibiram as últimas notícias sobre o salão, bem como as atrações imperdíveis.

E não apenas o público de São Paulo que ficou por dentro das novidades do mundo náutico, todos os detalhes do evento foram transmitidos em tempo real pelas redes sociais. A vencedora do Melhor Job do Brasil, Renata Millington, assumiu o Instagram do evento durante todos os dias e mostrou detalhes das embarcações mais cobiçadas do salão.


Palavra dos Expositores
"A nossa participação foi muito especial pelo lançamento da 58 Offshore, além da apresentação de novos projetos. Tivemos um público muito qualificado e estamos saindo com excelentes negócios", afirmou Roberta Ramalho, CEO da Intermarine.

"Mais de três mil pessoas passaram pelo estande da Triton Yachts, que apresentou 5 embarcações ao público de diversos estilos e tamanhos, durante o São Paulo Boat Show 2018. As vendas representaram um acréscimo em torno de 40% em relação à edição anterior do evento, sinal de reaquecimento do mercado náutico no país e consolidação ainda maior da marca. Os modelos Triton 300 Sport e Triton 370 HT, recém-lançados, foram sucesso de vendas, e os dois lançamentos, a esportiva Triton 350 HT com teto solar e a novíssima Triton 460 Fly com amplo espaço a bordo, também chamaram muito a atenção do público, com alto índice de aceitação. Da mesma forma, a 52 Fly encantou quem aprecia embarcações maiores, requinte e o conforto a bordo, e deverá ter negócios fechados futuramente por meio dos contatos comerciais iniciados no evento", diz Allan Cechellero, diretor de marketing da grife náutica Triton Yachts.

"A BRP promoveu no São Paulo Boat Show 2018 o lançamento para o mercado brasileiro do Sea-Doo FISH PRO. O modelo, um dos grandes destaques do evento, é a primeira moto aquática especialmente fabricada para a pesca. O produto foi muito bem recebido pelo público, imprensa e por todo o segmento náutico, o que reforça as ótimas expectativas de negócios nas mais de 70 concessionárias BRP espalhadas pelo território nacional. Durante o salão, a BRP ainda apresentou o novo sistema de áudio opcional com Bluetooth e resistente à água, totalmente portátil e compatível com toda a linha de motos aquáticas Sea-Doo Spark", declarou Fernando Alves, gerente comercial para o Brasil da BRP.

"Sempre superando as expectativas, o São Paulo Boat Show além de ser fundamental para o mercado náutico, é um ótimo indicador do aquecimento da economia" disse Rodrigo Loureiro, gerente de marketing da Schaefer Yachts.

4° Congresso Náutica
O Ministro do Turismo do Brasil, Vinicius Lummertz, abriu o ciclo de palestras do 4° Congresso Náutica – que aconteceu durante os dois primeiros dias de evento. Com o objetivo de promover o relacionamento de toda a cadeia visando ampliar o setor náutico brasileiro e reunir em um único local as melhores práticas nacionais e internacionais de cidades que estão investindo no setor.


O encontro é o único em território nacional que promove a cadeia náutica por meio das prefeituras com o objetivo de gerar renda e desenvolver o turismo náutico local. Essa edição foi marcada pela divulgação oficial do mapeamento da Cadeia Náutica de Lazer no Estado de São Paulo, realizado pela Lidera Consultoria em conjunto com o Fórum Náutico Paulista e Governo do Estado de São Paulo.

De acordo com pesquisa, a Cadeia Náutica de Lazer no estado de São Paulo movimenta cerca de R$ 5,3 bilhões por ano e emprega aproximadamente 27,5 mil pessoas direta e indiretamente. O levantamento encomendado pelo Fórum Náutico Paulista e Governo do Estado, com apoio do São Paulo Boat Show, aferiu que com os postos de trabalho, o setor gera renda de 45,7 milhões de reais.

Espaço dos Desejos
O Espaço dos Desejos, ambiente de requinte e glamour dentro do evento, apresentou diversos produtos que são objetos de desejo de muitos e que foram apresentados na área de mais de 2,5 mil metros quadrados reservados ao setor de alto luxo – que encantou os frequentadores.
Participaram do evento: BR Marinas, Edson Lorenzzo, Essor, Helena Caio, Ótica Miguel Giannini, Lexus, Mercedes-Benz, Volvo, Pirelli, Pissani, Triumph Motorcycles, Volvo Cars, Wolford e Icon Aviação.

PADI Dive Festival
Simultâneo ao evento e aberto a todos os visitantes do São Paulo Boat Show, aconteceu também o PADI Dive Festival, maior e mais completo evento de mergulho da América Latina.  A atração apresentou o que há de mais moderno no setor e contou com palestras de profissionais de mergulho, turismo, ecologia, biologia e o oceanário itinerante.
Este ano, os visitantes ainda puderam mergulhar em um tanque de 47 mil litros e vivenciar a experiência gratuitamente com os instrutores das escolas de mergulho Evidive e Immersioni – o que resultou em novos e fiéis clientes do mercado de mergulho, inclusive crianças que foram apresentadas ao esporte durante o evento.

Para aqueles que não queriam se molhar, a experiência subaquática ficou por conta dos óculos de realidade virtual em duas experiências diferentes - a primeira mais relaxante e a segunda com adrenalina. Os recursos tecnológicos com óculos VR reproduzem o ambiente subaquático e proporcionam uma experiência interessante, divertida e rica de detalhes da fauna e flora marinha.