Filho de Peixe

filho de peixeNecessariamente não precisa ser o seu próprio filho ou filha. Pode ser um sobrinho ou alguém que você conhece no clube ou no trabalho. Há alguns anos, quando eu estava em um estaleiro acompanhando a construção de um barco super moderno, um dos garotos locais a que eu havia ensinado alguns detalhes do uso de materiais exóticos estava preparando sua primeira peça sozinho. Eu acompanhei de longe e fiquei atento ao cuidado e dedicação que ele colocava no trabalho. Lembrei-me de quando eu tinha a idade dele, e também de como fui ensinado por um grande construtor de barcos. No instante em que ele terminou o trabalho senti um sorriso interno e intenso, e aquela enorme alegria no garoto tomou conta do lugar. Aquele momento foi envolvente, e eu nunca esqueci.

Acredito que o prazer destes momentos seja ainda maior se o garoto ou menina em questão for seu filho. A sensação é quase indescritível. O fato concreto é que ver uma criança sofrer dói muito mais em nós do que nela mesmo, mas o oposto desta situação é ainda mais teatral. Ver seu filho triunfar é infinitamente mais prazeroso do que seu próprio sucesso. Um dia passando pelo departamento de engenharia da empresa em que eu trabalho vi um dos engenheiros novatos conversando com um construtor experiente, e mostrando para ele alguns cálculos que eu nem tinha idéia que ele já sabia fazer. Conferindo depois, vi que não só ele tinha feito tudo certo, como tinha ainda feito mais rápido do que eu. Aquele momento foi glorioso para mim, talvez muito mais do que para ele.

Agora imagine esta situação se o menino que você viu crescer se tornar um dos maiores velejadores do mundo como o Robert Scheidt e o Lars Grael, ou se tomar um grande construtor e for chamado para laminar o barco mais rápido que já existiu? Especialmente hoje, três destes garotos que trabalham comigo há algum tempo construíram sozinhos do início ao fim o barco em carbono que vai velejar na Mini-Transat. Também tem mais outro que conheci ainda estagiário, e que hoje constrói os barcos mais exóticos que eu conheço e faz sucesso em todo o lugar do mundo. Tudo o que eu queria na vida hoje era trabalhar no estaleiro dele, e com ele, mesmo se eu tivesse que pagar para isto. Escrevendo aqui eu fico absolutamente orgulhoso deles, e como todo mundo sabe, depois de certa idade, as chances de novos desafios se tomam cada vez menores. É de uma enorme felicidade ter a possibilidade de ver um destes garotos que você ensinou fazer alguma coisa grandiosa, por que esta sensação vai permanecer dentro de você a vida inteira.